fbpx

MULTIVACINAÇÃO mais de 1.000 doses aplicadas no Dia D no Acre

Mais de mil doses de vacina foram aplicadas e 588 pessoas imunizadas neste sábado, 27, na abertura da Campanha de Multivacinação, realizada em frente ao Palácio Rio Branco, na capital.

A ação foi promovida pelo governo do Acre, por meio da Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), em parceria com o Ministério da Saúde (MS) e a Prefeitura de Rio Branco.
A coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI) no Acre, Renata Quiles, comemorou a adesão à campanha pelo público. “Vacinas são seguras e muita desinformação circulou sobre elas. Este é o momento de resgatarmos nossas coberturas vacinais e manter a população protegida de doenças imunopreveníveis”, declarou.

Carlos Silva levou os filhos para atualizarem as carteiras de vacina. “Durante a semana não temos tempo e às vezes ficam vacinas pra trás. É a vida deles que está em jogo”, disse.

“Vi pela TV e disse ‘vou aproveitar’. É direito de todo mundo se prevenir e também prevenir os outros. Vou tomar a vacina antigripal e a 4ª dose da covid. Essas ações são importantes, pois são para o beneficio da comunidade”, disse o agricultor Francisco da Silva Ferreira, de 70 anos.

O público-alvo são crianças e adolescentes de 2 meses a 15 anos de idade. Foto: Júnior Aguiar/Sesacre
Socorro Barros levou a filha Ágata Vitória, de 8 anos, para se imunizar contra a influenza e covid-19. “É muito importante manter a caderneta em dia, atualizar as vacinas. Proteger os filhos contra doenças é papel dos pais”, reforçou.

Caso de poliomelite no Peru antecipou a campanha no Acre
Após um caso confirmado de poliomielite no Peru, país vizinho ao Acre, o Ministério da Saúde (MS) recomendou a antecipação da campanha, normalmente realizada em outubro. O dia D de mobilização será realizado em 3 de junho.

“Estamos com os índices vacinais abaixo do esperado. Então, esse caso de poliomielite no Peru acende um alerta para a gente. A paralisia infantil é uma doença grave que mata, e quando não mata deixa sequelas graves. Não podemos deixar que essa doença retorne”, enfatizou o secretário de Saúde, Pedro Pascoal.

A campanha continuará nas unidades básicas de saúde (UBS), em todo o estado. Estão disponíveis 17 imunizantes do Calendário Nacional de Vacinas. O público-alvo são crianças e adolescentes de 2 meses a 15 anos de idade. As vacinas contra a influenza e a covid-19 permanecem à disposição da comunidade em geral.

Leia mais sobre o evento de lançamento da Campanha de Multivacinação, no sábado, 27.

Neste artigo

plugins premium WordPress