fbpx

Município de Rio Branco investe na pavimentação de ramais

Para garantir o desenvolvimento socioeconômico e mobilidade mais digna, a Prefeitura de Rio Branco investe em obras mais duráveis. Esses são os principais fatores que compõem o planejamento...

7 0

Para garantir o desenvolvimento socioeconômico e mobilidade mais digna, a Prefeitura de Rio Branco investe em obras mais duráveis. Esses são os principais fatores que compõem o planejamento em infraestrutura voltado para os ramais da área do “cinturão verde”, no município para este ano.

Com um investimento na ordem de R$ 762.772,00 (setecentos e sessenta e dois mil, setecentos e setenta e dois reais), oriundos de convênio e recursos próprios a obra consiste na pavimentação do Ramal da Piçarreira e inclui tratamento superficial duplo, terraplenagem, limpeza superficial, pavimentação, base para pavimento com brita corrida e imprimação de solo.
Segundo Paulo Sérgio Branã, secretário de agricultura do município, o ramal beneficiará aproximadamente 1.000 famílias, entre produtores rurais e moradores das áreas periurbanas. “Os investimentos têm o objetivo de promover a interiorização das obras do Município, de forma a diminuir a disparidade social e econômica entre zona rural sede da capital, e desenvolver obras que sejam funcionais e duráveis”, disse.

Nesse aspecto, o engenheiro da Seinfra, Francildo Chaves, explicou a importância da obra que possui, entre outras características, acostamentos, seis metros de largura, com foco na durabilidade da via.
“A pavimentação do ramal da Piçarreira, segue a uma orientação da prefeita Socorro Neri, na sua linha de prioridades. É uma importante ligação do Amapá com o Benfica, ligando a estrada Plácido de Castro (Ramal do Rodo) ao ramal do Benfica, sendo mais uma rota de escoamento dos produtores rurais daquela localidade”, observou Francildo.
A Prefeitura, por meio da Seinfra, realiza intervenções na Estrada Jarbas Passarinho, região onde existem as primeiras ocupações de pequenos produtores no Acre, faixa do ‘cinturão verde’, paralela à Rodovia AC -10, que dá acesso ao município de Porto Acre. O local fazia parte desta rota de saída da capital ao histórico município e que também está sendo pavimentada a partir da ponte do igarapé redenção, numa extensão de 2 km.
In this article