em ,

Apesar dos revezes, mais de 86,7 mil famílias ainda dependem do Bolsa Família para sobreviver no Acre

O pagamento do Bolsa Família, programa que contribui para o combate à pobreza e à desigualdade, começa nesta quarta-feira (12). Ao todo, 86.735 famílias do Acre irão receber R$ 23,75 milhões do governo federal. O valor médio do benefício no Estado, de R$ 273,86, é fundamental para a subsistência da população mais vulnerável, já que o complemento da renda – um dos eixos do programa – garante o alívio mais imediato da pobreza.

É o caso de Edna de Sousa Barros, de 55 anos. Sem trabalhar em função de problemas de saúde, ela começou a receber o benefício este ano. O auxílio do Bolsa Família veio em boa hora. “Foi uma benção de Deus. Eu fiquei doente e o dinheiro ajuda a comprar um remédio, um pão, um leite, alguma coisa”, contou ela.

E para que o Bolsa Família seja efetivo, ele chega a quem mais precisa. “Em fevereiro, o benefício do Bolsa Família irá chegar a cerca de 45 milhões de brasileiros que precisam ser protegidos pela vulnerabilidade de renda em que se encontram”, afirmou o secretário do Desenvolvimento Social do Ministério da Cidadania, Lelo Coimbra. “Então, o Bolsa Família cumpre com o seu papel mensal de garantir aos mais pobres e aos mais vulneráveis do país uma renda mínima mensal, oferecendo a possibilidade de alimentação básica para essas famílias”, completou o secretário.

Publicado porEdmilson Ferreira

Miss se defende ao usar cota para deficiente para passar em Medicina na Ufac: miopia

Prorrogado até sexta-feira (14) prazo para inscrição no Fies