fbpx

Polícia Penal realiza Operação Custódia durante Carnaval da Família

O Instituto de Administração Penitenciária (Iapen) e a Polícia Penal do Acre deram início, na noite da sexta-feira, 9, à Operação Custódia, que será realizada durante as cinco noites do Carnaval da Família, em Rio Branco. A operação consiste em garantir que presos do regime semiaberto, não compareçam aos locais de festa, garantindo assim, um carnaval mais seguro a toda população acreana.
Na última quinta-feira, 8, o Ministério Público do Acre, publicou uma portaria onde recomenda a proibição de monitorados em locais públicos e privados, destinados à folia, bem como sair de casa sem autorização. A portaria considera que o descumprimento das regras estabelecidas para o regime semiaberto, em especial a violação desta proibição, sem justificativa, configura desobediência à decisão judicial, tendo como consequência a perda ou suspensão de direito do regime semiaberto.

Por isso, já na primeira noite de Carnaval, policiais penais da Unidade de Monitoramento Eletrônico de Presos (Umep), estiveram nas ruas fazendo a fiscalização. Segundo Vinícius D’anzicourt, diretor da Umep, o trabalho foi muito produtivo. “Nós fizemos algumas abordagens de orientação a monitorados que estavam próximo aos locais de festa, tendo em vista que foi observado que essas pessoas ainda estavam se deslocando para lá. Então foi possível orientar essas pessoas e dar a oportunidade delas retornarem para suas casas”, explicou o diretor.Alexandre Nascimento, presidente do Iapen, explicou que além do reforço nas ruas, é feito também uma intensificação de rondas dentro dos presídios. “A Operação Custódia, é realizada não só na área externa do Sistema Prisional, mas na área interna, com reforços e revistas intensificadas. Eu creio que, com isso, a gente fortalece a estrutura do carnaval, fortalece a segurança pública e desenvolve um carnaval seguro”, ressaltou o presidente.

Neste artigo

plugins premium WordPress