fbpx

Durante a sessão ordinária realizada na manhã desta terça-feira (06), na Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), o deputado Tanízio Sá, líder do (MDB), discursou sobre o processo administrativo movido contra uma policial civil que denunciou o desabamento do forro de uma delegacia onde atua e, em contrapartida, frisou os vários avanços realizados pelo atual governo em várias delegacias do Estado.

“Inicio meu discurso expressando total confiança na absolvição da policial civil envolvida em um processo administrativo. Destaco que essas situações fazem parte da administração pública e acredito na justiça para resolver a questão. Apresento aqui para vocês um vídeo que evidencia as melhorias realizadas nas delegacias estaduais, resultado dos esforços do atual governo em reformar prédios e proporcionar melhores condições de trabalho aos profissionais da Segurança Pública”, pontuou.

Tanízio Sá enfatizou a visão equilibrada ao abordar as ações do governador Gladson Cameli (PP), afirmando que ele não é um gestor persecutório. Baseando-se em sua experiência como ex-prefeito, o deputado elogiou a postura independente de Cameli, que destinava recursos de maneira imparcial, sem influência partidária.

Finalizando seu discurso, Tanízio propôs a realização de uma audiência pública no dia 07 de março para debater a possível criação de uma zona franca no Acre. “A ideia visa atrair investimentos, considerando a localização geográfica distante que temos dos grandes centros comerciais. Com essa iniciativa, buscaremos fortalecer a economia local e abrir novas oportunidades para o crescimento sustentável do estado”.

Texto: Andressa Oliveira

Neste artigo

plugins premium WordPress