fbpx

Deputados manifestam solidariedade à policial civil que denunciou desabamento do teto de delegacia

Nesta terça-feira (6), o presidente da Assembleia Legislativa do Acre (Aleac), deputado Luiz Gonzaga (PSDB), suspendeu a sessão após a explicação pessoal para receber a policial Ecilândia Marques, responsável por registrar em vídeo o desabamento do teto da cozinha da delegacia da Cidade do Povo.

A sessão foi suspensa a pedido do deputado Emerson Jarude, do Partido Novo. A sugestão recebeu o apoio dos demais parlamentares, todos expressaram solidariedade à servidora, destacando a importância de garantir sua integridade e evitar qualquer forma de perseguição.

Emocionada, Ecilândia Marques relatou sua angústia diante da situação: “Eu já estou na delegacia da punição né, porque é assim que a delegacia da Cidade do Povo é conhecida. Então, o que resta agora é me mandar para o município, como punição. E eu trabalho aqui em Rio Branco, a minha vida está toda organizada aqui, eu tenho a minha rotina. Mas, a realidade é outra, bem diferente”, relatou.

Além de se solidarizar com a policial civil, o deputado Emerson Jarude também apresentou um decreto legislativo para sustar a abertura da sindicância. “Faço um pedido ao governo do estado que encerre esse caso da Ecilândia de uma vez por todas, que ela possa voltar para sua casa tranquila de que nada vai acontecer e que ela não seja perseguida, é só isso que ela quer. Espero essa posição do governador, mas que caso ele não faça, que façamos nós aqui na Aleac, o que não podemos é deixar essa servidora com essa tormenta na cabeça e com essa sensação de injustiça,” enfatizou Jarude.

Texto: Mircléia Magalhães/Agência Aleac

Neste artigo

plugins premium WordPress