fbpx

Na COP28, Acre apresenta avanços na pauta indígena em reunião do comitê global do GCF

O Acre apresentou os avanços e desafios na pauta indígena em reunião com os membros que compõem o Comitê Global da Força Tarefa dos Governadores pelo Clima e Florestas (GCF TF), no espaço da Associação Internacional de Comércio de Emissões (Ieta), na 28ª edição da Conferência das Partes (COP), neste sábado, 9, em Dubai, Emirades Unidos.

A reunião, conduzida pelo secretário global da GCF Task Force, Jason Gray, e a diretora de projetos, Colleen Scanlan Lyons, contou com a participação de membros do Brasil, Peru, México, Indonésia e Estados Unidos.

A secretária de Povos Indígenas do Acre (Sepi), Francisca Arara, que também preside o Comitê para Povos Indígenas e Populações Tradicionais do GCF/Brasil, realizou um breve relato dos avanços obtidos na pauta indígena no âmbito local e nacional. A diretora da Sepi, Nedina Yawanawa, também participou do encontro.

“Tivemos grandes avanços com o fortalecimento da pauta de gênero com mulheres indígenas à frente do Ministério dos Povos Indígenas, da Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai) e de 17 secretarias indígenas no Brasil, sendo cinco na Amazônia e também o anúncio do Comitê das Secretarias Indígenas da Amazônia. No Acre realizamos o primeiro Fórum Indígena e tivemos a criação da Secretaria de Povos Indígenas”.

Ao citar os avanços, Francisca Arara considerou que estão sendo cumpridas parte dos princípios de colaboração do GCF quanto ao fortalecimento das políticas ambientais de estado voltadas aos povos indígenas, inclusão de gênero e a inserção nos espaços de decisões.

A reunião tratou ainda sobre o fundo específico da Aliança para o Clima e Uso da Terra (CLUA), destinado para fortalecer e apoiar a participação dos povos indígenas nos espaços discussões nas COP’s e outros eventos climáticos ao redor do mundo, bem como a participação dos membros do comitê global nas agendas para 2024.

Também foram dados os encaminhamentos para aprovação de documentos científicos que estão sendo elaborados sobre a temática de REDD+ voltada às comunidades locais e povos indígenas.

Saiba mais – A GCF Task Force é composta por 39 estados e províncias, de 10 diferentes países, que detêm cerca de um terço das florestas tropicais do mundo. A iniciativa é considerada um dos mais importantes espaços para discussões de iniciativas subnacionais voltadas ao meio ambiente.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Neste artigo

plugins premium WordPress