fbpx

Socorro Neri tem 15 dias para explicar vigência do contrato com empresa de álcool em gel que forneceu apenas 7 mil dos 70 mil frascos em 30 dias

O vereador Emerson Jarude (MDB) em sessão virtual da câmara municipal de Rio Branco, realizada nesta quinta-feira, 14, apresentou requerimento no qual pede que a prefeita Socorro Neri, explique no prazo de 15 dias o motivo pelo qual decidiu manter em vigência o contrato com a empresa de álcool em gel que forneceu apenas 7 mil dos 70 mil frascos em 30 dias. O valor total da compra chega a alcançar o total de R$ 3 milhões.

O pedido foi aprovado por 7 votos a 5. Jarude apresentou duas Notas Fiscais onde mostram que a empresa em 30 dias, entregou em números exatos 7.108 frascos de álcool gel.

Segundo o parlamentar, não tem sentido manter o contrato em vigência, já que o motivo da escassez, informado para justificar o valor de R$ 44,00 por litro de álcool gel, já não existe mais, podendo ser adquirido por menos da metade e em comércio local.

“A resposta desse requerimento vai esclarecer se existe outros motivos para não ocorrer a quebra de contrato. Pressa na hora de comprar mais caro e tem paciência para o prazo de entrega. Esse prejuízo pode ser evitado! A resposta desse requerimento vai esclarecer se existe outros motivos ou não”, afirmou.

A líder da prefeita, vereadora Elzinha Mendonça (PSB) afirmou que a Prefeitura estar tomando as devidas providências para que haja um “ganho” para a população.

Ela relatou que em conversa com o Secretário Municipal de Saúde, Oteniel Almeida, soube que existe uma negociação de contrato entre a Prefeitura e a empresa que resultará em ganhos para a população. Ela não explicou quais “ganhos” seria esse.

Elzinha Mendonça disse ainda que a prefeita Socorro Neri, enviou um ofício aos ministérios público Federal e estadual para que ambos possam acompanhar o processo administrativo de dispensa de licitação.

Neste artigo

plugins premium WordPress