fbpx

Medicina da Ufac faz monitoramento remoto de suspeitos de contaminação do Covid-19

 

Por meio de ligações via WhatsApp,  alunos do curso de Medicina da Ufac estão fazendo telemonitoramento de pacientes que tiveram contato com pessoas contaminadas e suspeitos de contaminação pela covid-19.

Até o momento, 1.097 casos e cerca de 350 pacientes que receberam alta médica já passaram pelo telemonitoramento.

O acompanhamento remoto é diário e realizado por 55 acadêmicos. O projeto ocorre em parceria com o Núcleo de Telessaúde do Acre, da Secretaria Estadual de Saúde, e com a Secretaria Municipal de Saúde.

Os casos suspeitos são repassados pelo Disque Coronavírus, que também é um projeto do curso de Medicina da Ufac. Cada aluno acompanha, sob supervisão de um professor, em média, seis casos.

Além disso, o telemonitoramento será feito nos pacientes atendidos no hospital de campanha instalado no Instituto de Traumatologia e Ortopedia. “Estamos acompanhando a elaboração de um protocolo clínico, elaborado com participação de professores da Ufac, e isso vai servir de orientação para o trabalho de acompanhamento remoto”, explicou o professor Rodrigo  Silveira, coordenador do projeto.

 

 

Neste artigo

plugins premium WordPress