em , ,

Gladson reúne autoridades em live e internautas não perdoam: “fale menos e age mais”

Na manhã deste domingo, 9, o governador do Acre, Gladson Cameli promoveu um encontro com autoridades de todos os órgãos do governo, dos poderes do Estado, Ministério Público, órgãos federais, prefeitura, senadores, deputados federais e estaduais, entidades não governamentais e a sociedade civil, além do Exército Brasileiro e o Ministério da Justiça e Segurança Pública. O objetivo do governo do Estado é traçar estratégias para integrar um conjunto de ações preventivas e repressivas ao crime no Acre.

Na ocasião o governador Gladson Cameli falou que o governo federal está instalando um gabinete de emergência exclusivo para tratar do Acre e deve prestar todo o apoio necessário para combater a criminalidade. Gladson ressaltou ainda que o momento é de união, de buscar forças junto aos poderes estaduais e federais, bem como da população, para olhar de uma forma especial para a questão da segurança do estado e buscar soluções imediatas.

“Nós não estamos aqui pra omitir a situação. Reconhecemos que temos um problema na segurança do nosso estado, estamos reestruturando nossas polícias, investindo em equipamentos e outros itens necessários. Mas o momento agora é de unirmos ainda mais forças nesse combate à criminalidade, pois essa competência vais mais além e o programa Acre pela Vida é justamente para chamar para responsabilidade de todos, o papel de restabelecer a segurança”, completou.

Os internautas estão criticando o governador do Acre Gladson Cameli, por este ato: “Fala menos e age mais governador”, disse esse seguidor. “O problema que existe muita falácia e nada de atitude. Estratégias? Se fala todo dia isso pq não funciona?”, disse outro. Mas nem todos tem a mesma opinião: “parabens governador assim e que se faz.!”, comentou este outro internauta.

Com informações da Agência de Notícias do Acre

Publicado porDa Redação

Da terra de Chico Mendes, massagista do Fast compartilha paixão pelo futebol   

Perpétua se diz preocupada com possibilidade de municipalização da segurança no plano antiviolência de Gladson