em

Indústria do Acre está quebrada? Peixes da Amazônia opera no vermelho

O Complexo de Piscicultura Peixes da Amazônia, cujo pedido de recuperação judicial foi aceito pelo Poder Judiciário na última segunda-feira, dia 25, entrou em atividade já no vermelho, após um problema com o sistema de eletricidade, gerando um custo milionário à administração da indústria pesqueira.

Segundo o diretor de Operações, Inácio Moreira, ao iniciar os trabalhos percebeu-se que a rede que levava energia para a empresa era insuficiente para toda a necessidade do local. A princípio, a Eletroacre se comprometeu em fazer o serviço, mas depois desistiu, e sobrou para a Peixes da Amazônia bancar a obra. O serviço levou o caixa da empresa.

A revelação foi feita nesta quarta-feira, dia 27, durante reunião dos sócios da empresa com deputados e o governador em exercício, Nicolau Júnior. Os empresários pediam do governo o aporte mensal de R$ 200 mil para manter os serviços da indústria durante o período de recuperação judicial, que deverá durar até um ano.

Atualmente, a Peixes da Amazônia mantém uma dívida de R$ 12 milhões entre passíveis trabalhistas e débitos bancários. Os empresários se comprometeram em também alocar, com o sinal do governo, outros R$ 100 mil mensais, como forma de auxiliar a empresa na fase de recuperação.

O governador em exercício garantiu que levaria as demandas ao governador Gladson Cameli e uniria força com os empresários e deputados para ajudar a empresa a se salvar do momento de crise e de uma possível falência, o que seria prejuízo de pelo menos R$ 40 milhões para o Estado do Acre.

“Uma das bandeiras do novo Governo é o agronegócio e tenho certeza que o governador Gladson Cameli está sensível a esta causa. Temos que estar unidos nesta causa porque aquele investimento dando certo é bom para o desenvolvimento do Acre e vamos trabalhar para que isto aconteça”, pontuou.

Publicado porDa Redação

Parceria entre Brasil e Estados Unidos pode beneficiar o Acre; Ministro fala em desenvolver a fronteira

Ponte entre Brasileia e Epitaciolândia é reformada