fbpx

Acre apresenta avanços no fortalecimento da governança e atualização das salvaguardas para acesso a financiamento climático na COP28

Representantes do Estado do Acre, do Mato Grosso, Costa Rica e Gana estiveram reunidos para compartilhar as experiências e lições aprendidas ao longo do processo para certificação do padrão internacional de excelência de créditos de carbono, o ART TRESS.

O encontro, realizado no espaço da Associação Internacional de Comércio de Emissões (Ieta), neste domingo, 3, na COP28, em Dubai, nos Emirados Árabes, foi oportuno para que representantes de outros governos florestais socializassem as perspectivas para o futuro.

Os gestores apresentaram ainda as lições aprendidas ao longo do processo de assinatura de compromissos para venda de créditos de carbono junto à iniciativa LEAF (sigla em inglês para o Programa Reduzindo Emissões Acelerando o Financiamento Florestal).

O presidente do Instituto de Mudanças Climáticas e Regulação de Serviços Ambientais (IMC), Leonardo Carvalho, foi um dos painelistas, e apresentou as diretrizes para o futuro e quais requisitos o Estado do Acre já avançou para o acesso aos recursos do financiamento climático.

Em sua apresentação, Leonardo Carvalho destacou a alta integridade ambiental, contábil e social dos créditos de carbono do estado e defendeu o contínuo fortalecimento das instâncias de governança do Sistema de Incentivo a Serviços Ambientais (Sisa).

O gestor apresentou, ainda, a linha do tempo com os principais avanços para o fortalecimento da governança e as etapas já cumpridas de revisão e atualização das salvaguardas socioambientais.

Representaram também o estado do Acre, o presidente da CDSA, José Luiz Gondim; a secretária de Povos Indígenas, Francisca Arara; e o procurador ambiental da Procuradoria-Geral do Estado (PGE), Rodrigo Neves.

Saiba mais

O LEAF é uma iniciativa global, lançada em abril de 2021, com o objetivo de acelerar a ação contra as mudanças climáticas por meio do financiamento da conservação de florestas tropicais e conta com pelo menos 1 bilhão de dólares em financiamento para países comprometidos com a proteção de suas florestas e redução do desmatamento.

Fonte: Agência de notícias do Acre

Neste artigo

plugins premium WordPress