em

Menores são apreendidos acusados de roubos em série na fronteira

Os menores foram encaminhados a delegacia de Epitaciolândia e se encontram a disposição da Justiça.

 

Dois menores foram apreendidos e uma motocicleta recuperada nesta segunda-feira, 16, na cidade de Epitaciolândia (distante cerca de 235 km de Rio Branco), por investigadores da Polícia Civil. Com os adolescentes forma apreendidos ainda uma arma e celulares.
Segundo o delegado do município Luiz Tonini, os adolescentes são responsáveis por uma série de roubo a veículos que vinha acontecendo no município, principalmente roubo a motocicletas. No momento da abordagem dos policiais civis os menores foram flagrados com um revolver usado nas ações criminosas e uma motocicleta modelo Honda Biz de cor vermelha e placa da Bolívia (NF-9716), que havia sido roubada no último sábado.
“São menores de idade, mas figuram como responsáveis por uma série de roubos a veículos aqui na região do Alto Acre. Já vínhamos monitorando essa dupla e nesta segunda-feira conseguimos localiza-los e prende-los, inclusive foram flagrados com a arma usada nos crimes e uma motocicleta que foi roubada sábado passado”, disse Tonini.
Os menores foram encaminhados a delegacia de Epitaciolândia e se encontram a disposição da Justiça.

Homicida preso

O delegado Luiz Tonini falou também sobre a apresentação de José Anderson, pequeno comerciante de 25 anos, morador de Rio Branco, que na última sexta-feira, 13, tentou contra da vida de um homem (nome não revelado), que de acordo com a polícia, é integrante de uma organização criminosa e que está sob monitoramento eletrônico, por meio de tornozeleira.
José Anderson se apresentou na manhã desta segunda-feira, 16, na companhia de um advogado e prestou esclarecimentos a autoridade policial. Ele também informou onde estava localizada a arma usada no crime, que foi apreendida e será submetida à perícia.
“José Anderson é um pequeno comerciante e não tem histórico de crimes e nem de passagens pela polícia, ele tentou contra a vida de uma pessoa que, de acordo com levantamentos, é monitorado por meio de tornozeleira e integra uma facção criminosa, mas independente de qualquer coisa ele cometeu um crime e terá que responder por isso. Já sabendo que a polícia o havia identificado, decidiu se apresentar na delegacia juntamente de um advogado, prestou depoimento e foi liberado onde responderá em liberdade pelo crime cometido”, comentou o delegado.

Publicado porEdmilson Ferreira

Polícias do Acre e da Bolívia desarticulam uma das quadrilhas que mais atuava em roubo de veículos no Alto Acre

Polícia Civil em Cruzeiro do Sul apreende mais de R$ 400 mil em drogas, armas e veículos; Seis traficantes presos