fbpx

A ação humanitária da prefeitura na zona rural de Rio Branco

A Prefeitura de Rio Branco, por meio da Secretaria Municipal de Agropecuária (Seagro) e com apoio da Defesa Civil Municipal, realizou mais uma significativa ação de solidariedade, nesta sexta-feira (10). A iniciativa busca auxiliar os produtores rurais que sofreram com as cheias do rio Acre e seus afluentes.

Os caminhões partiram cedo da manhã do armazém da Seagro em direção à estrada Transacreana, comunidade São Bernardo, ramal do Noca. Mais de 50 famílias residentes na região, às margens do Riozinho do Rola, foram beneficiadas com a entrega de 60 kits. Cada kit contém um colchão de casal ou solteiro, itens de higiene pessoal, kit de limpeza e um sacolão com mais de 30 quilos de alimentos. A aposentada Maria Naziana expressou sua gratidão, destacando a importância do suporte em um momento crucial. A aposentada Maria Naziana disse que a ajuda chegou em boa hora.

“Graças a Deus, porque ontem a minha filha recebeu meu pouco salário, que é R$ 900 reais, meteu no bolso, aí ela chegou em casa sem ele. Diz ela que tiraram do bolso dela ou caiu. Aí eu estava chorando, eu imagino minhas contas para pagar, mas Deus é grande. Hoje com essas coisas aqui, é uma bênção de Deus.”

“Nós estamos precisando mesmo e eu agradeço muito ao prefeito por ter nos ajudado. Está ajudando sempre e eu agradeço”, disse a produtora rural Marlene da Conceição.

O representante da comunidade São Bernardo, Francisco Cosmo, ressaltou o cuidado da prefeitura com a comunidade, agradecendo em nome de todos. Segundo ele a maioria dessas pessoas são carentes e necessitam desse tipo de apoio do poder público.

“Tem muita gente aqui precisando de fazer uma feira e não está tendo condições. Foi uma boa hora mesmo, mandado por Deus. Esse ano veio um kit bacana, sacolão bem grande, também vieram colchões para solteiro e para casado. Muito bom”, enfatizou Francisco.

O coordenador municipal de Defesa Civil, tenente coronel Cláudio Falcão, revelou que 6.000 famílias foram beneficiadas no total, sendo 1.400 na zona rural. Ele destacou o feito inédito de aprovar integralmente um plano de trabalho para ajuda humanitária.

“Isso nos traz grande satisfação porque o prefeito Tião Bocalom, nos deu essas condições de sermos um dos melhores do Brasil. Agora nós estamos mais felizes ainda porque, através da Secretaria Municipal de Agricultura, com todo esse apoio, juntou o esforço da Defesa Civil Municipal, para poder trazer para a zona rural e atender milhares de famílias com ajuda humanitária oriunda do recurso do governo federal.”

O secretário da Seagro Eracides Caetano, explicou a necessidade de ações imediatas, incluindo a abertura de um ramal para escoar a produção de castanha e açaí. Além disso, anunciou a construção de um balcão para armazenar a produção, ressaltando que os recursos já estão garantidos.

“É um ponto de apoio ótimo. O dinheiro está garantido. A gente está só correndo atrás do documento da terra, porque você sabe, dinheiro público não pode ser colocado em cima de terra de terceiro. A gente tem que ter a área, tem que ser desapropriada, tem que ter documento para poder a gente investir dinheiro público em cima dessa área. Então aqui estamos só esperando desmembrar a área para gente fazer esse galpão.”

Neste artigo

plugins premium WordPress