fbpx



MDB, o gigante que encolheu: único senador do Acre deixará a legenda

O MDB CAMINHA para dar uma bela encolhida no seu tamanho, para a disputa da eleição do próximo ano. Eu, absolutamente, só faço um comentário depois de ouvir várias fontes, para dar um panorama real ao leitor do BLOG. É tão certo como não vai ter neve no Acre hoje, como o senador Márcio Bittar (MDB) não ficará no partido.

Na sua canoa da debandada também deve embarcar o deputado Roberto Duarte (MDB), o mais votado da capital, junto com outras lideranças periféricas da sigla.

Outro que está de malas prontas para deixar o MDB é o prefeito do terceiro colégio eleitoral do estado, Sena Madureira, Mazinho Serafim (MDB), e deve lhe acompanhar a esposa e deputada estadual mais votada do Acre, Meire Serafim (MDB).

Dentro deste cenário, o MDB entra na eleição de 2022, como no conto literário, com o título: “O Gigante que Encolheu”. Eleição é como andar numa Roda Gigante, uma hora se está no alto, em seguida se está embaixo. O MDB é a bola da vez.

COMPLICADO PARA O VELHO LOBO

O CENÁRIO de debandada dentro do MDB é complicado para o velho lobo, deputado federal Flaviano Melo (MDB). Caso a deputada federal Jéssica Sales (MDB), mantenha a candidatura ao Senado, o Flaviano ficará só na chapa de Federal, e sem musculatura para se eleger com apenas os seus votos. E o Flaviano sabe bem disso.

ENXURRADA DE FILIAÇÕES

O REPUBLICANOS está programando uma enxurrada de filiações de postulantes a candidatos a deputado federal e deputado estadual. No rol estará o deputado Roberto Duarte (MDB).

GRUPO FECHADO

REPUBLICANOS, PSL e PTB, são partidos que vão integrar o grupo do senador Márcio Bittar (MDB), na eleição do próximo ano, e apoiarão Márcia Bittar ao Senado.

  UMA RETIFICAÇÃO

O PROJETO que obriga a PMRB a divulgar os medicamentos existentes e em falta nas unidades de saúde, é do vereador Arnaldo Barros (PODEMOS), e não do vereador Adailton Cruz (PDT), como noticiei no BLOG.

ARRANCANDO OS CABELOS

POLÍTICOS do estado estão fazendo sessão de descarrego, despacho de macumba, promessa a São Expedito – santo das causas impossíveis, na torcida para que passe o Distritão, é que sem isso, terão que fazer chapas próprias.

CHAPAS VAGABUNDAS

A MAIORIA dos partidos sempre elegeram deputados com coligações proporcionais, sem preocupação de ter chapa completa, na eleição de 2022, a maioria, no máximo conseguirá montar chapas vagabundas.

QUEM TEM VIU, E QUEM TE VÊ!

UMA das máximas do PT sempre foi não tolerar infidelidade partidária, quem se atrevesse a comer fora da gamela era expulso. E, quando se vê o deputado Jonas Lima (PT), falar que apoiará a Jéssica Sales (MDB) para o Senado; rifando o JV, é para se exclamar: PT, quem te viu, e quem te vê! São os desencantos do poder.

CONVERSAS DOS BASTIDORES

JÁ NOTICIEI no BLOG que, há um movimento no grupo palaciano para convencer a senadora Mailza Gomes (PP), a sair a deputada federal. E, volto a alertar, que tem, inclusive, o aval do andar de cima. Te cuida, Mailza!

BRINCANDO COM SENTIMENTOS

CONVERSANDO ontem com amigo do meio jurídico, e este comentou sobre a brincadeira que o Legislativo está fazendo com o sentimento dos médicos formados no exterior, dando um falso alento de que poderão trabalhar sem CRM. Isso não vai ocorrer, seus autores sabem disso.

CONVERSA PARA BOI DORMIR

É UMA estratégia para quem não conhece os índios da aldeia, mas para quem conhece, soa como bravata: o Jorge Viana (PT) não está de cabeça para disputar o governo, mas de corpo e alma para disputar o Senado.

NEM UM POUCO

O GLDSON apoiou o prefeito de Mâncio Lima, Isac Lima. Alguém duvida que, o Isac estará no palanque da reeleição do Gladson, em 2022? Eu, nem um pouco!

MENOS SER BURRO

O JORGE VIANA pode ter os seus defeitos, mas entre eles não está a burrice política; sabe que para o governo o buraco é bem mais embaixo do que para o Senado.

OUTRO CONTEXTO

ELEIÇÃO PARA O GOVERNO é outro contexto, e o JV, mesmo sendo pressionado, sabe disso e não entra.

PARENTES SEMPRE SE ENTENDEM

NA POLÍTICA, as paredes têm ouvidos. O governador Gladson Cameli vem conversando muito com o ex-prefeito Vagner Sales; e, logicamente, não é sobre a última piracema de mandi no Juruá, mas sobre o Senado.

BUSCAR ALIADOS

SEM OS BEM VOTADOS, os deputados Meire Serafim (MDB) e Roberto Duarte (MDB) na chapa, o MDB vai ter que correr atrás de bons candidatos para fazer companhia à deputada Antonia Sales (MDB), a única a ficar na sigla.

NÃO FOI BARRADA

A DESEMBARAÇADA vereadora Michele Melo (PDT) diz que não foi barrada no PSD, e que estuda em que sigla vai continuar sua carreira política, que pode ser até no PDT.

QUESTÃO É DE DEFINIÇÃO

A INORMAÇÃO QUE TIVE é de que a vereadora Michele Melo (PDT) não seria aceita na chapa do PSD à ALEAC, foi de dirigentes. É que o partido deliberou que, não aceitará ninguém com mandato, o que se aplicaria ao seu caso.

PORTA FECHADA

O REPUBLICANOS foi outro que fechou a porta para candidatos detentores de mandatos disputarem vagas na ALEAC. A porta é trancada para deputados e vereadores.

FRASE MARCANTE

“Podemos fugir de tudo, menos de nós próprios”. (José Saramago).

Neste artigo