fbpx



Contra crise na política e na gestão da pandemia, Edvaldo quer o Conselho de Estado operante

O deputado Edvaldo Magalhães retomou nesta terça-feira (6) o debate acerca da crise política no  Governo do Acre, uma situação que envolve o governador Gladson Cameli e grupos que se juntaram anteriormente. 

Ele lembrou que a crise da pandemia se mistura com a crise política. “O ´kit covid´ entrou no cardápio das aquisições da Prefeitura de Rio Branco”, disse, para efeito de comparação da ausência de entendimento entre os aliados. 

Para ele, o Acre não pode ficar no meio desse tiroteio e propõe que seu projeto de lei de instalação do Conselho de Estado seja levado à efeito o mais rapidamente para que as respostas sejam dadas à sociedade. 

Segundo Edvaldo, o comitê já responde à construção e mobilização da sociedade, algo que requer ação política de coesão de forças.  

Neste artigo