fbpx



Ato solene no Palácio Rio Branco presta homenagem às quase 1.000 vítimas da Covid-19 no Acre         

Vestindo terno preto e acompanhado pela primeira-dama Ana Paula Cameli, o governador Gladson Cameli depositou uma coroa de flores em respeito às vítimas da Covid-19 no Acre. O ato solene aconteceu em dois momentos, no início da noite deste domingo, 28. 

Às 18 horas, o governador e a primeira-dama subiram as escadas do Palácio Rio Branco ao som da música Aleluia, executada pelo músico Pedro Silva Cruz em um violino. Em seguida foi respeitado um minuto de silêncio em memória das vítimas. Neste domingo, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) informou que o estado atingiu 998 mortes em decorrência de infecção por coronavírus.

“Através de um gesto, um sentimento, estamos aqui para falar para o mundo e para o Acre que estamos chegando a mil morte no nosso estado. Me solidarizo a milhares de brasileiros e acreanos que perderam seus entes ou que estão hoje, nesse exato momento, passando por qualquer situação que esteja além das nossas forças. Então, quero pedir, convocar as pessoas que mantenham as regras, que mantenham os cuidados”, disse Gladson.

Depois, o governador e a primeira-dama repetiram o gesto na entrada do necrotério do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into), hospital referência no tratamento de pessoas contaminadas pela Covid-19 no estado.

A vida não voltou ao normal

O governador falou ainda do decreto que vai flexibilizar algumas regras de isolamento social. Ele confirmou que o decreto será publicado nesta segunda-feira, 1º de março, no Diário Oficial. “Não é que a vida tenha voltado ao normal. As pessoas já sabem o que precisa ser feito, então vamos fazer como manda as regras. Regra é regra. Cuidado é cuidado. Exemplos não precisamos mais ter. Temos que ter todos os cuidados, evitar aglomerações e fazendo isso a gente pode tentar conviver com essa situação  até que essa pandemia passe de uma vez”, finalizou.

Neste artigo