fbpx

MPAC vistoria estrutura e atendimento em hospital de campanha

O Ministério Público do Estado do Acre (MPAC) visitou, nesta sexta-feira (22), as instalações do hospital de campanha voltado a pacientes infectados pela Covid-19, cuja estrutura está sendo montada nas dependências do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into).

Os promotores de Justiça Daisson Gomes Teles, Vanessa de Macedo Muniz e Júlio César de Medeiros estiveram no local acompanhados de representantes do Conselho Regional de Medicina (CRM). Eles compõem o gabinete de crise instituído pelo MPAC visando acompanhar e integrar a atuação institucional em todo o estado durante a pandemia

Esta é a segunda vez que a equipe visita a unidade de saúde, agora com o objetivo de fiscalizar o atendimento prestado aos pacientes que se encontram internados e aferir a conclusão das obras. A estrutura, que, segundo o governo do estado, passará a ser permanente após o fim da pandemia, vai oferecer nos próximos dias, além da internação hospitalar, exames laboratoriais e atendimento ambulatorial.

De acordo com o promotor Daisson Gomes Teles, foi observado que já há muitos pacientes internados e, para que entre totalmente em funcionamento, o hospital precisa concluir ajustes no fornecimento de energia e oxigênio, pendências que a gestão da unidade acredita serem sanadas ainda nesta semana para que seja iniciado o atendimento ambulatorial.

“A unidade está em boas condições e as obras estão avançadas. Acreditamos que, concluindo as usinas de oxigênio e elétrica, terá todas as condições necessárias para aumentar a capacidade de atendimento. Foi informado pela direção que estão contratando médicos, enfermeiros e demais profissionais de saúde para reforçar o serviço. São detalhes que devem ser equacionados para começar o atendimento ambulatorial, de modo a desafogar a UPA”, disse.

Na inspeção, os membros do gabinete de crise foram acompanhados pela equipe da administração do local. Tiveram ainda a oportunidade de conversar com servidores, visitaram a farmácia e vistoriaram equipamentos de proteção individual, além dos espaços dos leitos, local do necrotério e fluxo dos exames.

Fonte: Agência de Notícias do MPAC

Neste artigo

plugins premium WordPress