fbpx

A peça da Denúncia apresentada ontem ao STJ pelo MPF – Ministério Público Federal, enquadrado o governador Gladson Cameli e aliados numa série de supostos crimes de corrupção cometidos na sua gestão e pedindo o seu afastamento do cargo, leva a três raciocínios distintos. O primeiro é que até aqui o governador era apenas investigado. Sobre o pedido de afastamento, se não houver algum fato novo grave, é improvável, que o pedido seja acatado. Mas, no terceiro ponto, é praticamente certo que a ministra Relatora do caso deverá aceitar a Denúncia apresentada pelo MPF, tornando assim o governador Gladson em Réu de uma Ação Penal. Deixará de ser mero investigado para ser Réu. E, a partir deste ponto é que começará de verdade o processo, com fases abertas para o Ministério Público Federal fazer a sustentação dos seus argumentos de práticas de supostas corrupções e para a defesa do governador Gladson fazer a contestação. Se haverá absolvição ou condenação dos réus, é o decorrer do processo que vai dizer. Este é o primeiro de mais oito inquéritos que o governador e seu grupo são investigados. Até a decisão de trânsito em julgado dos réus, ninguém pode ser qualificado como condenado ou absolvido. Esse é o quadro real sobre essa fase da Operação Ptolomeu.

GRANDE PERIGO

O grande perigo neste tipo de ação é um dos envolvidos resolver fazer delação premiada. Nunca se sabe.

FECHADO COM MDB

O senador Márcio Bittar (UB) disse ontem ao BLOG que só não apoiará a candidatura a prefeito pelo MDB em Rio Branco, por questões ideológicas, mas nos demais municípios estará nos palanques dos candidatos do MDB a prefeito.

JUNTOS NA CHAPA?

Em Feijó, o senador Márcio Bittar (UB) defende uma aliança para a prefeitura entre o candidato Delegado Railson e a candidata do PL, Terezinha Moreira.

QUEM FISCALIZA?

Existe uma Lei do deputado Pedro Longo (PDT) que proíbe fogos com estampido, mas parece não estar havendo fiscalização, vez por outra se ouve o pipocar de foguetes pela cidade.

VOTOS DEFINIDOS

Os votos estão definidos no Senado para a indicação do Ministro Flávio Dino, na bancada acreana: o senador Sérgio Petecão (PSD) votará a favor; e os senadores Márcio Bittar (UB) e Alan Rick (UB), contrários.

NÃO TIREM DE TEMPO

A campanha para valer na disputa da PMRB só começará no seu pique, no próximo ano, após o carnaval, em fevereiro. Está muito longe da eleição, que será em outubro. Portanto, não relacionem o prefeito Tião Bocalom como derrotado por antecipação.

É UM APERREIO

Queira-se ou não, essa Denúncia do Ministério Público Federal, que tende a transformar o governador e aliados em réus, é um aperreio, porque tira a paz de quem está dentro do processo.

DOIS PARTIDOS NA MIRA

REPUBLICANOS ou União Brasil, são os dois partidos que restam para a prefeita Fernanda Hassem filiar o seu grupo para a disputa da prefeitura de Brasiléia. No PL não tem espaço, pois o senador Márcio Bittar (UB) já declarou apoio para a candidatura a prefeita da Leila Galvão (MDB).

PARA NÃO SUMIR DO MAPA

O subsecretário de Esportes, Ney Amorim, precisa falar sobre o que pretende fazer no comando da pasta, sob pena virar um novo Carlão – que passou pelo cargo e não fez nada.

MUITO FORTE

Perguntei ontem ao senador Márcio Bittar (UB), como via o cenário eleitoral para prefeito, em Mâncio Lima, e foi pragmático na resposta: “O candidato do MDB, o Chicão, é fortíssimo”. Chicão foi muito bem votado na última eleição de prefeito.

PODE VOLTAR

Em Marechal Thaumaturgo, quem vai estar no jogo com chance – se tiver liberado juridicamente – na disputa da prefeitura, é o ex-prefeito Itamar de Sá.

PRÓXIMO ANO

Conversei ontem com um político que tem boas relações com a médica Jéssica Sales (MDB), e me garantiu que ela será mesmo candidata para a prefeitura de Cruzeiro do Sul. Mas só fará o anúncio oficial no próximo ano.

TREMENDA BOBAGEM

Tenho visto as alegações mais infantis possíveis para contestar a indicação do Ministro Flávio Dino para o STF, pelo Lula. Dino é um Juiz Federal. O Bolsonaro não nomeou dois ministros ligados ao seu grupo, um deles apenas por ser “terrivelmente evangélico?”. Quem perde a eleição perde o poder. É a velha história de que, aos vencedores, as batatas.

ELEIÇÃO ACABOU

A eleição não é uma guerra, é apenas uma disputa de ideias e ideologias. Quem perde vai para casa, e quem ganha governa, entendam isso de vez: quem se elegeu foi o Lula e ponto.

RADICALISMO AMBIENTAL

A estrada Porto Velho-Manaus está aberta e já foi até asfaltada. Centenas de carros trafegam nela no verão, sem problema. E vem a Ministra Marina Silva no seu radicalismo ambiental ser contra trecho ser asfaltado de novo, sob o tosco argumento que vai prejudicar o meio ambiente. Todos extremistas de direita ou de esquerda são execráveis, bitolados e fanáticos.

NINGUÉM SABE

A Operação Ptolomeu não pode ser vista como um fato normal e que não vai dar em nada, ninguém nunca sabe o que passa pela cabeça da Ministra do STJ que vai julgar o caso. A cautela e o caldo de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

ESPERO O DESFECHO

Nunca me antecipo a fazer ilações sobre se alguém será ou não condenado em um processo que responde, justamente, para não condenar antes do julgamento, e depois ver essa mesma pessoa ser absolvida. Sempre aguardo a sentença. Existem vários exemplos.

FRASE MARCANTE

“Galinha que acompanha pato morre afogada”. Ditado argentino.

Neste artigo

plugins premium WordPress