em

Média salarial do acreano baixou e é 5ª menor do país

A média salarial praticada no Acre é a 5ª menor entre os Estados, segundo a 58ª Pesquisa Salarial da Catho. E o pior: a remuneração perdeu R$ 86,87 em apenas um ano. Pela tabela abaixo é possível ver que o Acre não supera Sergipe, Piauí, Paraíba e Rio Grande do Norte quando o assunto é salário.

Em 2018 o salário médio do trabalhador acreano era de R$ 1.842,85 e caiu para R$1.785,98 na última pesquisa da Catho, agência de estudos do mercado de trabalho.

Para quem trabalha por conta própria em uma microempresa, o rendimento é um pouco melhor: o médio de um sócio proprietário no serviço de alimentação, por exemplo, é R$ 2.532. A carga horária média é de 44,0 horas semanais.

Os dados baseiam-se em um total de 40.461 trabalhadores admitidos nos últimos 6 meses em todo o Brasil e compõem o Mercadômetro, a plataforma que acompanha em tempo real as oscilações do mercado.

Na tentativa de explicar o que provocou a renda no salário médio do acreano, o ac24horas procurou economistas mas eles informaram necessidade de avaliar mais profundamente os dados.

MÉDIA SALARIAL POR ESTADO

– São Paulo: R$ 2.760,94

– Distrito Federal: R$ 2.529,17

– Rio de Janeiro: R$ 2.487,28

– Santa Catarina: R$ 2.355,82

– Paraná: R$ 2.293,35

– Rio Grande do Sul: R$ 2.229,15

– Mato Grosso: R$ 2.164,87

– Espírito Santo: R$ 2.125,70

– Amazonas: R$ 2.095,98

– Minas Gerais: R$ 2.093,93

– Mato Grosso do Sul: R$ 2.078,89

– Pará: R$ 2.061,45

– Bahia: R$ 2.045,92

– Maranhão: R$ 2.024,47

– Goiás: R$ 1.989,46

– Tocantins: R$ 1.968,34

– Rondônia: R$ 1.911,70

– Pernambuco: R$ 1.908,52

– Amapá: R$ 1.887

– Ceará: R$ 1.852,48

– Roraima: R$ 1.811,57

– Alagoas: R$ 1.807,32

– Acre: R$ 1.785,98

– Sergipe: R$ 1.779,64

– Piauí: R$ 1.763,10

– Paraíba: R$ 1.750,84

– Rio Grande do Norte: R$ 1.733,02

Publicado porDa Redação

Bebê de apenas 1 ano é esquecido pelo pai dentro de carro e morre depois de 3 horas

Acre possui a gasolina mais cara do Brasil