em

Acre e mais dois só precisam vacinar bezerros de até 24 meses contra aftosa

Medida visa zerar imunização no AC, ES e PR em 2019, regiões mais próximas de serem consideradas zonas livres sem vacinação

 

 

A vacinação contra a febre aftosa começa em maio  em todo o País com rebanhos de todas as idades menos no Acre, Espírito Santo e Paraná, onde  a dose será aplicada apenas em animais jovens (de até 24 meses de idade). O estado do Amapá, devidos a suas condições peculiares, realiza a vacinação anualmente somente no segundo semestre. A mudança da dose está prevista no Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (PNEFA), que deverá culminar com a retirada total da vacinação no país prevista até 2021.

A expectativa é de que com a redução da dosagem, ocorram menos reações nos animais (caroços, inchaço). Além disso, com frascos menores, as vacinas ocuparão menos espaço, facilitando o transporte e reduzindo o custo de refrigeração. O ministério preparou um manual para fiscalização do comércio de vacinas contra a febre aftosa, atualizando a publicação de 2005.

Veja o calendário:

Publicado porEdmilson Ferreira

Governo e municípios do Acre dão baixa importância para Olímpiada de Língua Portuguesa

Cheias dos rios ameaçam cidades de Rondônia e voltam a aterrorizar acreanos