fbpx

Manoel Urbano e Mâncio Lima lideram aumento de casos de intervenção na rede elétrica em 2023

Arremessar objetos, vandalismo ou tentar fazer qualquer tipo de manuseio irregular na rede de energia foram ações que fizeram com que os municípios de Mâncio Lima e Manoel Urbano liderem o aumento de casos registrados pela Energisa em 2023. O aumento foi de 133% e 125%, respectivamente. Em todo o Estado, foram registradas 646 ocorrências com essa natureza.

Para evitar esse tipo de ocorrência, a Energisa ressalta que somente as suas equipes podem fazer as intervenções no sistema elétrico. O coordenador de proteção e engenharia da Energisa Acre, Bruno Rodrigues, explica que quando uma pessoa não habilitada mexe na rede, coloca em risco a própria vida e compromete a segurança e o fornecimento de energia de todos os clientes ligados àquela fonte.  

“Temos atuado na orientação e disseminação da informação sobre os cuidados com a rede elétrica. Mas ainda há muitos casos de pessoas que por conta própria tentam mexer na rede e acabam se colocando em risco e gerando impacto para a própria população, como a falta de energia”, afirma.  

A Energisa destaca que a empresa tem equipes de manutenção de prontidão para atuar no Acre. O atendimento é 24 horas e deve ser solicitado pelos canais de atendimento. Continuamente, a empresa orienta à população sobre os cuidados com a rede elétrica. 

A ação de intervenção na rede é configurada crime e atualmente está previsto no artigo 265 do Código Penal Brasileiro. Quando isso acontece, é registrado um Boletim de Ocorrência para que todas as providencias legais possam ser tomadas. Apesar desse ato ser uma atitude isolada, ele tem uma consequência coletiva, podendo levar a morte tanto do indivíduo que intervém quanto de terceiros. 

Segurança  

As atividades que envolvem energia elétrica devem ser realizadas de forma segura e responsável, por profissionais qualificados e autorizados. Subir em postes, fazer instalação de medidores, manobrar chaves seccionadoras na rede de energia são serviços que só as equipes da Energisa podem realizar, pois são preparadas para desenvolver o trabalho com segurança.   

Além de serem crime, essas atividades são perigosas e podem causar acidentes fatais. “Essas pessoas estão colocando a sua vida em risco e de todos que estão próximos. Orientamos, novamente, que somente a Energisa pode fazer intervenção na rede, pois possuímos equipes preparadas para realizar os serviços com segurança e qualidade”, reforçou Bruno.   

  Saiba o que não pode ser feito na rede de energia ou próximo a elas:   

· Instalar câmeras de vigilância, placas publicitárias, cabos de rede de internet e demais equipamentos particulares nos postes;   

· Fazer instalações elétricas direto nos cabos dos postes. Além de perigoso é crime;   

· Instalar, retirar ou adulterar medidores de energia;   

· Realizar pintura de faixadas improvisando extensores no rolo de pintura;   

· Fazer cercas ou alambrados sob a rede elétrica sem aterramento e/ou seccionamento;   

· Subir em transformadores ou estruturas de rede de energia. Somente as equipes da concessionária estão habilitadas a fazer intervenções no sistema.

· Instalar antenas em proximidade com a rede elétrica. Contrate um profissional qualificado e experiente.   

Caso se depare com as situações abaixo descritas, não intervenha na rede e chame a Energisa de imediato:   

• Cabo rompido, baixo ou próximo a marquises, varandas, faixadas, placas de lojas e painéis publicitários;   

• Poste quebrado ou com estruturas visivelmente danificadas/quebradas;   

• Árvores em contato ou muito próximas à rede;   

• Construções/edificações em proximidade com a rede elétrica;   

• Montagem de andaimes ou outras estruturas metálicas próximas à rede elétrica;   

• Atividades de aterro ou escavação próximas aos postes;   

• Cercas ou alambrados sem aterramento e/ou seccionamento.   

Neste artigo

plugins premium WordPress