fbpx

O senador Sérgio Petecão (PSD), foto, que se encontra em Dubai, disse ontem ao BLOG que não está atrás de falar com o governador Gladson Cameli, nunca lhe pediu cargo, nunca lhe pediu para ser seu aliado e nunca fez questão para participar do governo. “Ele nunca me procurou e nem eu lhe procurei, e nem vou procurar, para fazer aliança. Estou na minha e na hora certa tomarei a decisão sobre quem meu grupo apoiará para prefeito de Rio Branco”, disse Petecão. Ressalvou que a única conversa política que teve foi com a vice-governadora Mailza Assis, a quem prometeu apoiar para governadora, em 2026, em qualquer cenário. “O resto é conversa fiada”, destacou. O Petecão está certo, na política, quem quer fazer aliança não usa intermediário, dialoga e toma a decisão.

A HISTÓRIA É OUTRA

Vereadores do PSD de Cruzeiro do Sul ligaram ao senador Sérgio Petecão (PSD) para negar que tenham feito um pacto para apoiar a reeleição do prefeito Zequinha Lima, como este divulgou na imprensa. E que tratou-se apenas de uma conversa sem bater martelo.

O MAIS IMPORTANTE

Pouco importa nesse episódio com linguagem de boteco entre a deputada federal Antônia Lúcia, o deputado Manoel Moraes, seu filho Christian Moraes e a companheira Gabriela Câmara, quem é que xinga mais o outro, mas sim saber se houve não importunação sexual e castigo corporal a duas menores (filhas da Gabriela). E isso quem vai dizer é o laudo médico e as testemunhas. Aguardem novos capítulos neste caso, que virou até notícia nacional, no site da GLOBO.

CHANCE ZERO

O deputado Manoel Moraes (PP) esqueça a possibilidade de conseguir a cassação da deputada federal Antônia Lúcia, essa chance é zero.

A QUE PONTO SE CHEGOU

Um renomado advogado ligou para o senador Sérgio Petecão (PSD) e lhe pediu que não votasse no Flávio Dino para o STF. O argumento usado foi o mais maluco possível: “O Flávio Dino tem pacto com o demônio”. A que ponto chega o fanatismo ideológico…

PAPEL IMPORTANTE

O senador Alan Rick (UB) teve papel importante no debate da redução do valor da tarifa de energia elétrica. É um dos nossos melhores parlamentares, porque as suas pautas são positivas e coletivas. E sabe comunicar.

PALANQUE CERTO

O prefeito Tião Bocalom vai mesmo disputar a reeleição no PL, levado pelo senador Márcio Bittar (UB). E, ainda terá o senador Alan Rick (UB) e o deputado federal Roberto Duarte (REPUBLICANOS).

APAIXONADO POR VOCÊ

O deputado Emerson Jarude (NOVO) não esconde nas suas falas nas entrevistas estar “apaixonado” pela advogada Ana Paula (ex-Gladson). E acha que a colocaram de graça como uma das arroladas na Operação Ptolomeu. Ao mesmo tempo que se diz “apaixonado,” é o mais feroz crítico do governo do ex-marido da amada.

FICA NO MURO

Toda vez que perguntado sobre a sua ideologia, o deputado Emerson Jarude (NOVO), fica em cima do muro no chove e não chove. Ora, todos sabem que é fanático pelo ex-presidente Bolsonaro, para quem fez campanha.

CADÊ OS MILHÕES?

Não foi uma e nem duas vezes que o prefeito Tião Bocalom declarou publicamente ter em caixa 350 milhões de reais. E, um novo pedido de empréstimo de mais de 200 milhões de reais chegou na Câmara Municipal de Rio Branco. A meninada que vai nascer já nasce endividada, porque o prazo de pagamento é de 25 anos.

FECHA EM CRESCIMENTO

A prefeita de Senador Guiomard, Rosana Gomes, melhorou muito a sua gestão nos últimos meses com ações na cidade e pacotes de obras para deslanchar em 2024. Deverá disputar a reeleição com competitividade.

CHANCE ZERO

Boato que não procede, o de que o vice-prefeito Carlinhos do Pelado, poderia substituir a Suly Guimarães, na disputa da prefeitura de Brasiléia. Essa chance, segundo boa fonte, é zero. A Suly é um nome definido pela prefeita Fernanda Hassem, para disputar a sua sucessão.

CONVERSA FRANCA

O ex-prefeito Francisco Dêda teve uma conversa franca com seu grupo, e foi enfático na defesa de um único nome disputando a prefeitura de Brasiléia pela oposição: “Se a oposição não se unir, a prefeita Fernanda Hassem ganha a eleição”.

FAZENDO SUA PARTE

O Alysson Bestene (PP) está fazendo a sua parte, na busca de ampliar espaços de apoio, mas se o governador Gladson e sua equipe não entrarem de cabeça na sua campanha para a PMRB, é o mesmo que nada.

AÇÕES CONCRETAS

Só apenas dizer uma vez que o Alysson Bestene é o seu candidato a prefeito, como fez até aqui o governador Gladson, não colabora em nada para que decole. São preciso ações concretas para embalar uma candidatura para a PMRB.

NEM UM ALFINETE

Os vereadores da base do prefeito Tião Bocalom não esperem apoio financeiro para as suas campanhas, ele não deu um alfinete para a campanha do senador Petecão, um dos responsáveis pela sua vitória.

VICE DO ALYSSON

O jogo do professor Minoru Kinpara (PSDB) parece ser o de mirar para ser o vice na chapa de Alysson Bestene (PP), sabe que a candidatura para a PMRB do Alysson é para valer.

DEU NOVA SACUDIDA

A entrada do deputado Tanizio Sá no MDB, deu uma sacudida no partido e foi fator importante para a filiação do Marcus Alexandre na sigla, para disputar a PMRB. Por isso, merece respeito da cúpula partidária.

FRASE MARCANTE

“Sem o grão de areia, não existiria o deserto”. Ditado árabe

Neste artigo

plugins premium WordPress