fbpx

Os juízes Carolyne Souza de Macêdo Oliveira e Felipe Henrique de Souza foram empossados nesta terça-feira (24) como membros efetivos da Corte Eleitoral do Tribunal Regional Eleitoral do Acre (TRE-AC), durante Sessão Solene, realizada no Plenário da instituição.

A cerimônia foi presidida pelo Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, Desembargador Francisco Djalma, com a presença dos demais membros da Corte; do Des. Luís Camolez, representando o Tribunal de Justiça; do Governador do Acre, Gladson Cameli; do Presidente da OAB/AC Seccional Acre, Rodrigo Aiache; e do Prefeito de Rio Branco, Tião Bocalon.

“Nós, enquanto Membros do Tribunal Regional Eleitoral, firmamos o compromisso de cumprir e fazer cumprir a Constituição. O que nos torna, por essência, agentes da democracia, que tem o dever, a obrigação moral e legal de sempre ter lado: o lado da democracia e do respeito ao resultado das eleições por nós afiançada”, disse o decano da Corte Eleitoral, Juiz Aramando Dantas, ao dar boas-vindas aos seus pares.

A Juíza Federal Carolyne Oliveira ressaltou sua alegria por poder retornar ao Tribunal. “Aqui estou para dar minha parcela de contribuição neste momento histórico. Sinto-me honrada em representar a Justiça Federal”.

“Ética, impessoalidade, técnica, independência e justiça são os princípios que vão nortear meu desempenho na função de juiz eleitoral, na categoria jurista do TRE acreano”, enfatizou o juiz empossado Felipe Souza.

Em seu discurso, o Governador do Acre, Gladson Cameli destacou a importância do trabalho do Tribunal Regional Eleitoral para a sociedade. “Sigam firme no propósito da Justiça Eleitoral. Preciso registrar que eu confio nas urnas eletrônicas. Viva a democracia. Viva o trabalho de cada servidor. Viva o trabalho dos Membros da Corte Eleitoral”.

Para o Presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Acre, Des. Francisco Djalma, a Justiça eleitoral só tem a ganhar com a chegada dos novos Membros, pois representam a certeza de uma prestação jurisdicional equilibrada, séria e destemida, como deve ser a atuação daqueles que têm a missão de julgar.

“O Tribunal Regional Eleitoral do Acre tem a plena certeza, que ao assumirem os senhores tão importante mister, darão continuidade à missão desta Casa de Justiça, tendo por norte os princípios constitucionais e os valores fundamentais da democracia, exercendo com dignidade os cargos ora assumidos, assim como fizeram e fazem no curso de suas vidas, seja pessoal ou profissional”, finalizou o Des. Francisco Djalma, pedindo que os Membros da Corte continuem firmes e fortes no cumprimento da missão institucional de garantir a legitimidade do processo eleitoral, assegurando aos cidadãos os direitos legalmente instituídos que sobreleva a democracia, por meio de um processo eleitoral efetivo, seguro e transparente.

Neste artigo

plugins premium WordPress