em

Acre foi o 2º estado que mais demitiu no Brasil; dados são de 2018

O Acre conseguiu gerar algumas vagas de trabalho com carteira assinada em fevereiro mas no ranking dos Estados, quando se compara o desempenho de cada Unidade da Federação, o número de acreanos demitidos é maior que os admitidos ao longo do ano de 2018. O Acre é o penúltimo nesse ranking, só perdendo para o Mato Grosso do Sul.

Na soma, 961 acreanos que tinham carteira assinada perderam seus postos de trabalho no ano passado -uma herança pesada para o novo governo. Os dados são do jornal O Globo e foram divulgados nesta última semana de março.

O Estado de São Paulo foi o campeão de admissões ao criar 146,6 mil vagas, o equivalente a pouco mais de um quarto (27%) do total criado em todo o país (529.554). Das 27 unidades da federação, somente cinco ficaram com saldo negativo. Ou seja, o número de demissões superou o de admissões. São eles: Rio Grande do Sul (-14), Alagoas (-157), Roraima (-397), Acre (-961) e Mato Grosso do Sul (-3.104). Ele é seguido por Minas Gerais, que criou 82 mil vagas e Santa Catarina, com 41,7 mil. Desde 2014, o resultado fechado do ano do país não ficava no campo positivo. O Rio de Janeiro ficou na 15ª posição, com a geração de 5.736 novas vagas. Destas, apenas 700 estão na capital.

Veja o ranking da geração de vagas por estados:

AC: -961

SP: 146.596

MG: 81.919

SC: 41.718

PR: 40.256

BA: 28.621

MT: 26.736

GO: 26.256

CE: 23.081

RS: 20.263

ES: 17.455

DF: 16.937

PA: 15.286

MA: 9.649

AM: 6.569

RJ: 5.736

PI: 5.662

RN: 5.542

PB: 5.377

TO: 3.043

RO: 2.386

AP: 2.235

PE: 2.023

SE: 841

RS: -14

AL: -157

RR: -397

MS: -3.104

Publicado porDa Redação

Antes de morrer, mãe deixa mensagem nos sapatos de casamento da filha e emociona a todos

Parceria entre Brasil e Estados Unidos pode beneficiar o Acre; Ministro fala em desenvolver a fronteira