em

Letalidade em acidentes nas rodovias do Acre cai 14,30%, diz PRF

A Superintendência da Polícia Rodoviária Federal no Acre apresentou o Relatório de Acidentes 2018-2019, na tarde dessa terça-feira (4). Com o intuito de reduzir a letalidade nas rodovias federais que passam pelo estado do Acre, as ações educativas executadas pela PRF foram um dos fatores contribuintes para esses números positivos.

Durante o biênio em análise, ocorreram fiscalizações de trânsito, com abordagens para conscientizar condutores e passageiros sobre os riscos de desobediência às leis de trânsito. Os dados demonstraram que ações simples como usar o cinto de segurança, acender faróis dos veículos de dia e noite, deixar de usar telefone celular à condução veicular e não ingerir bebidas alcoólicas para dirigir evitam acidentes e salvam vidas. Nos comandos educativos, houve exposição de vídeos sobre acidentes e momentos para sanar dúvidas dos abordados. Durante o serviço de ronda, os policiais rodoviários federais ainda auxiliaram os viajantes em várias atitudes, como na troca de pneus, em sugestões de como melhor acomodar as bagagens no compartimento adequado e retirando animais das vias terrestres.

De janeiro a dezembro de 2018, ocorreram 245 acidentes com 28 mortes. No mesmo período de 2019, foram 247 acidentes e 24 óbitos, representando queda de 14,30% aproximadamente nos índices de pessoas mortas em  acidentes nas BRs no estado. Reduziu-se ainda a quantidade de feridos, passando de 326 para 323; dessa forma, os acidentes foram menos danosos. Quanto às infrações por embriaguez, também foi constatado decréscimo de 108 para 106, o que mostra maior conscientização dos motoristas. Nos dois anos, 7.978 pessoas participaram de palestras de educação preventiva promovidas pela PRF no Acre.

Núcleo de Comunicação Social

Publicado porEdmilson Ferreira

Denúncia anônima ajuda PM estourar boca-de-fumo no bairro da Paz, em Rio Branco

  No Acre, ICMbio encontra grande diversidade de répteis numa das áreas mais isoladas do mundo