fbpx

A Polícia Federal deflagrou, nesta quinta-feira (6/6), a Operação Asfixia com o objetivo de combater o abuso sexual infantil, dando cumprimento a um mandado de prisão preventiva e três mandados de busca e apreensão na cidade de Rio Branco, expedidos pela 2ª Vara da Infância e Juventude local.

As diligências tiveram como objetivo efetuar a prisão do investigado, assim como obter outros elementos que corroborem sua participação nos crimes investigados.

Se confirmadas as hipóteses criminais, o investigado poderá responder pelos delitos de estupro de vulnerável, além da produção e armazenamento de conteúdo de abuso sexual infantil, cujas penas podem chegar a 27 anos de reclusão.

Neste artigo