fbpx



A equipe “Patrulha Aquiri”, formada por alunos do Ifac campus Rio Branco, conquistou a Medalha de Cristal (Honra ao mérito) na final da 13ª Olimpíada Nacional em História do Brasil (ONHB). A cerimônia de premiação da ONHB foi realizada no dia 12 de setembro com transmissão pelo Youtube. Os alunos do Técnico Integrado em Edificações, Andreilson Ferreira, Estéfane Rodrigues e Franceline Amorim tiveram a orientação da professora Flávia Silva. Ao todo, foram entregues 40 medalhas de bronze, 30 de prata e 20 de ouro e de cristal.

A fase final da Olimpíada foi realizada em 16 de agosto com a participação de 415 equipes. Devido à pandemia, a prova foi realizada de forma virtual, pelo segundo ano consecutivo. A prova abordou sobre o processo conhecido como Independência do Brasil e suas comemorações.

O estudante Andreilson Ferreira afirmou que a experiência de participar da final da ONHB foi incrível. “Procuramos trabalhar sempre em conjunto, buscando sempre obter o melhor resultado. Estou muito feliz por ter dado meu melhor na prova, assim como as meninas, por ter representado a equipe, por termos debatido sobre as questões juntos, o que fez com que ganhássemos medalha de cristal. Foi muito aprendizado envolvido”, avaliou o competidor.

Para a orientadora da equipe, a docente de História, Flávia Silva, “Participar da ONHB é sempre uma experiência enriquecedora, tanto para os discentes quanto para nós professores. A abordagem que a ONHB faz sobre a História brasileira é de uma qualidade incrível. A 13ª edição não foi diferente, com uma abordagem crítica voltada para o processo de Independência do Brasil, os alunos/as puderam conheceram e debater aspectos de uma Independência que não está presente nos discursos oficiais”, destacou.

A 13ª ONHB contou com a participação de 9.398 equipes de todos os estados brasileiros, sendo 22 do Acre, com sete do campus Rio Branco. A equipe “Patrulha Aquiri” foi para a final como a melhor do Estado nas fases on-line.

A ONHB é um projeto de extensão da UNICAMP, desenvolvido pelo Departamento de História, com apoio do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Telecomunicações (MCTIC), por meio do edital de Olimpíadas Científicas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Neste artigo