fbpx



FOI DECIDIDO no PSOL de que o partido não será um puxadinho do PT na questão do Senado, e vai para a disputa do próximo ano pela única vaga de senador com a candidatura do advogado Sanderson Moura.

A confirmação foi feita ontem ao BLOG pelo próprio Sanderson. Enfatizou ainda que, embora tenha havido a consolidação da sua candidatura, o PSOL continua aberto ao diálogo, mas sem esperar pela boa vontade e o ritmo do PT.

Com a decisão fica quase inviável uma aliança com o PT neste campo, já que o partido deve ter no ex-senador Jorge Viana (PT) o seu candidato ao Senado.

A candidatura do advogado Sanderson Moura vai qualificar o debate. É um renomado advogado criminal e uma figura respeitada na sociedade, além de na vida pública sempre ter tido condutas éticas e democráticas.

Com este novo cenário passa a ser oito o número de candidatos que sairão na busca da vaga de senador, no próximo ano.

MEDIDA CORRETA

É GRANDE o número de acreanos que não tomaram a segunda dose. Chega a 257 mil o total dos que não completaram a vacinação. E, mais de 200 mil os que não tomaram a primeira dose. Vejo então como uma ajuda no combate à proliferação da Covid-19, o anúncio do governador Gladson Cameli de baixar um decreto para obrigar a apresentação da caderneta de vacinação para entrar nos estabelecimentos públicos, comerciais e religiosos. O que está em jogo é a saúde pública.

FORÇA EXTRA

O SECRETÁRIO da SEINFRA, Cirleudo Alencar, tem feito um trabalho conjunto com o prefeito de Sena Madureira, Mazinho Serafim, de quem já foi secretário municipal.

MUDOU DE MÃOS

O PL, que era comandado no estado pelo grupo da ex-deputada federal Antônia Lúcia, agora será dirigido pelo grupo da deputada federal Mara Rocha (PSDB), cuja filiação à sigla se dará na janela partidária, em março.

PRECISA CRESCER

PARA ser protagonista na eleição do próximo ano o PL precisa crescer, tem apenas um deputado na ALEAC, Vagner Felipe; é, nenhum vereador em Rio Branco.

MAIS QUE PROMESSA

O COMANDO DA PM precisa não só de promessa de que vai investigar supostos maus tratos no treinamento dos novos soldados, mas de providências. São muitas denúncias.

UM DADO PARA O DEBATE

O CANDIDATO ao Senado, Leandro Costa (CIDADANIA), se posiciona contra a reforma administrativa do governo federal, alegando que, o fim na estabilidade do emprego, deixará os servidores nas mãos dos de políticos no poder.

CONTINUA PEREGRINANDO

ALHEIA ao debate sobre quem será o candidato a senador na chapa do governador Gladson, a senadora Mailza Gomes (PP), continua sua peregrinação política conversando com os diversos segmentos da sociedade.

TERCEIRA VIA

O MBL joga com a bandeira de nem Lula e nem Bolsonaro, e trabalha por uma candidatura da chamada terceira via para a eleição presidencial de 2022. É muito difícil que surja apenas um candidato neste nicho.

MUITO IMPROVÁVEL

É improvável que em 2022 venha a ser quebrada a polarização entre o Lula e o Bolsonaro, isso só ocorrerá se   surgir algo novo, um nome que quebre a dobradinha.

CONHECE O JOGO

O DEPUTADO Jenilson Leite (PSB) conhece bem como funcionam as decisões no PT, sabe que o Jorge Viana para o Senado é pacote fechado; por isso, ele avança nas reuniões pelo estado, pondo seu nome para o governo.

NADA DE ESPECIAL

ESTAMOS CAMINHANDO para o final do ano, e até o seu fechamento não deve acontecer nada de especial em torno do debate pelo governo e para senador. As grandes decisões que vão balizar as eleições ficam para 2022.

VOLTANDO NO ASSUNTO

O SENADOR Sérgio Petecão (PSD) voltou a tirar da gaveta o projeto com a sua proposta de isenção de Imposto de Renda para os professores. É de difícil aprovação.

A CONFIRMAR

O PREFEITO Tião Bocalom tem prometido quebrar a tradição de que, no estado as grandes obras têm que ser feitas no verão, notadamente, na zona rural. O Bocalom já perdeu um verão. Aguardar as suas ações nas chuvas.

PARA TODOS OS GOSTOS

Sanderson Moura (PSOL), Márcia Bittar (sem partido), Alan Rick (DEM), Mailza Gomes (PP), Vanda Milani (PROS), Jéssica Sales (MDB), Leandro Costa (CIDADANIA), possivelmente, Jorge Viana (PT). Candidatos ao Senado para todos os gostos. Isso é bom para a democracia.

BEM PIANINHO

OS discursos do presidente Bolsonaro após a sua Carta à Nação, têm sido comedidos, bem pianinhos, sem a virulência do 7 de Setembro. Caiu na real que não é como ele quer. Vivemos numa democracia, não na ditadura.

SEM ESCÂNDALOS

A ESCOLHA da professora Socorro Neri para ser secretária de Educação foi uma das mais felizes do governador Gladson Cameli. Após sua posse, não se ouviu falar mais em escândalos na pasta. Antes, eram constantes.

FRASE MARCANTE

“A passagem do tempo deve ser uma conquista, não uma perda”. (Lya Luftt, escritora).

Neste artigo