Destaque

Jovens acreanos premiados em lançamento de foguetes

Ifac

Estudantes do Instituto Federal do Acre (Ifac) campus Rio Branco conseguiram medalhas de ouro, prata e bronze nas três modalidades da 15ª Mostra Brasileira de Foguetes (MOBFOG). O resultado foi divulgado no dia 31 de julho no site da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA). Os alunos do 3° ano do Curso Técnico em Edificações Integrado ao Ensino Médio Estefane Oliveira, Franceline Amorim e Andreilson Ferreira tiveram o apoio e orientação do professor de Física, Cleyton Assis Loureiro.

Devido à pandemia, neste ano a MOBFOG foi realizada na forma presencial, com lançamentos de foguetes reais, e também com o lançamento de foguetes virtuais. Outra novidade nesta edição da Mostra foi a modalidade de lançamento de foguete com combustível sólido, em comemoração dos 15 anos da MOBFOG e também em homenagem aos 15 anos da viagem de Marcos Pontes, o primeiro astronauta brasileiro, à Estação Espacial Internacional.

A equipe do Ifac/campus Rio Branco competiu nas três modalidades conseguindo excelentes resultados. O foguete real, que rendeu a medalha de ouro, chegou a marca de 196 metros. O foguete com propelente sólido alcançou os 170 metros, garantindo uma medalha de prata para a equipe.

O estudante Andreilson compartilhou um pouco sobre o trabalho da equipe no lançamento e aprimoramento do design do foguete com propelente sólido: “Gostamos tanto desse foguete que fizemos dois testes. No primeiro, foram lançados seis foguetes e apenas um alcançou 130 metros, mas ainda instável. A nossa maior dificuldade foi a questão do centro de massa e umidade do motor, mas aprimoramos esses foguetes no OpenRocket e fizemos um segundo teste com oito foguetes, todos com seus devidos projetos visando a estabilidade do software. Com esses aprimoramentos, conseguimos bater 170 metros.”

Os lançamentos foram realizados pela equipe com acompanhamento do professor Cleyton no campus do Ifac, em março, seguindo todos os cuidados para a prevenção ao Covid-19.

A outra modalidade em que os alunos do Ifac participaram foi o lançamento de um foguete virtual, por meio doa plataforma OpenRocket, que chegou ao apogeu de 280 metros garantindo o bronze para a equipe.

Além das três medalhas pela participação na MOBFOG, a estudante Franceline Amorim obteve um excelente resultado na prova da OBA, que testa os conhecimentos sobre astronomia, conseguindo uma medalha de ouro pelo desempenho. “Através da OBA tive a oportunidade de aprender mais sobre o universo e seu funcionamento, e isso é algo que me deixa muito feliz”, afirmou a discente. Neste ano, a prova da 24ª OBA também pôde ser feita online e/ou presencial dentro da escola.

Sobre o desempenho da equipe nesta MOBFOG e OBA, Andreilson agradeceu o incentivo e apoio do professor Cleyton Assis e o esforço das colegas de trabalho.

“Participar da edição da MOBFOG este ano foi incrível. Ao todo, conseguimos quatro medalhas. Nosso professor de Física, Cleyton Assis, foi muito importante para que isso acontecesse, nos ajudando em todo o processo. Tivemos de nos adaptar, mas, com muito esforço, trabalho em equipe e auxílio do nosso professor, conseguimos os resultados desejáveis”, comemorou o aluno que garantiu que a equipe, que está no último ano do ensino médio, vai deixar um material com o passo a passo do trabalho e as técnicas usadas na competição para os colegas que quiserem participar das próximas edições.

“Foi com muito esforço e dedicação que conseguimos as três medalhas de cada modalidade da MOBFOG. Nosso trabalho em equipe foi fantástico, tivemos novas experiências, foi incrível. A nossa força de vontade, empenho e, principalmente coragem, falaram mais alto”, comentou também a aluna Estéfane Oliveira.

A OBA e a MOBFOG são eventos anuais abertos à participação de alunos do ensino fundamental e médio de escolas públicas ou privadas, urbanas ou rurais. Na MOBFOG também podem participar alunos do ensino superior.

Ifac na MOBFOG

Em outubro de 2019, estudantes do campus Rio Branco participaram da etapa nacional da Jornada de Foguetes realizada em Barra do Piraí – RJ, após o bom desempenho da equipe com o lançamento de seus foguetes na 13ª MOBFOG.

No mesmo ano, uma equipe do campus Tarauacá também chegou a ser classificada para participar da etapa nacional da competição após o foguete lançado alcançar 135 metros de distância.

Em 2018, os alunos do campus Rio Branco conseguiram medalhas de ouro, prata e bronze na fase estadual da MOBFOG. Outros campi do Ifac já tiveram alunos participando da competição, como o campus Xapuri, em 2018.

Edmilson Ferreira
Compartilhe
Publicado por
Edmilson Ferreira

Últimas Notícias

Leo de Brito apoia CPI do MEC: “relações diabólicas”, diz deputado

A abertura da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do MEC (Ministério da Educação) anunciada nesta…

28/06/2022

Avança na Aleac PL que pode convocar cadastro de reserva do Idaf

A Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Assembleia Legislativa do Acre aprovou nesta terça-feira…

28/06/2022

Adoção homoafetiva: o direito que realiza o sonho de duas mães

TJ AC - Bruna Jakelina e Jorze Souza têm um relacionamento que completará 12 anos…

28/06/2022

Jenilson faz duras críticas à ausência de governo no Acre

O deputado Jenilson Leite (PSB) manifestou preocupação na sessão desta quarta-feira (22), com os serviços…

28/06/2022

Em maio, emprego com carteira assinada cresce 1% e Acre gera 889 vagas de trabalho formal

A geração de novos empregos com carteira assinada mantém tendência positiva desde o final do…

28/06/2022

Concurso da Saúde: provas serão aplicadas em 10 cidades do Acre

A secretária de Saúde do Acre, Paula Mariano, disse nesta terça-feira (28) que desde que…

28/06/2022