fbpx



Bocalom diz que assinou intenção de compra da vacina da Johnson contra Covid-19

O prefeito de Rio Branco e presidente da Associação dos Municípios do Acre (AMAC), Tião Bocalom, em companhia do coordenador da Associação, Marcus Lucena, assinou a carta de intenção para a compra das doses de vacinas da Johnson & Johnson, para a população rio-branquense e demais municípios do Acre.

A carta será enviada aos Estados Unidos solicitando o fornecimento das doses do imunizante. O prefeito requisitou 200 mil doses da vacina, sendo que 100 mil doses serão para o município de Rio Branco e 100 mil doses serão divididas de acordo com a solicitação que cada prefeito fez para o seu município.

“Quero adiantar aqui, que é apenas uma carta de intenção, que nós estamos correndo atrás, para tentar comprar vacinas também, assim como o governo do Estado. Todos os municípios tomaram essa decisão”, disse o prefeito.

De acordo com o gestor da capital acreana, as prefeituras do Acre estão participando de um consórcio a nível nacional um total de 1.700 municípios e Rio Branco está entre os participantes. “Até agora não temos grandes expectativas para termos rapidamente essas vacinas. Essas que estamos solicitando aqui é para que as vacinas venham rápido, pelo menos essa é a informação que estamos tendo de lá dos Estados Unidos”, ponderou o prefeito Tião Bocalom.

Ainda segundo o gestor, a vacina da Johnson & Johnson é aplicada em apenas uma dose, e não duas doses, como as outras vacinas disponíveis no mercado.

A Associação dos Municípios do Acre está dando todo o suporte técnico para a aquisição do imunizante. “Tudo isso está sendo feito através da AMAC, que agora está sob nossa gestão e está tomando um novo rumo. Estamos recuperando a nossa querida AMAC, que representa os 22 municípios do Estado do Acre”, finalizou o prefeito de Rio Branco.

 

Neste artigo