fbpx



Bolsonaro diz que só em 2020 repassou ao Acre R$6,8 bilhões; R$1,38 de auxílio emergencial

O presidente Jair Bolsonaro divulgou neste domingo (28) valores que seu governo teria repassado aos Estados em 2020, afirmando que ao Acre sua gestão  nada menos que R$6,8 bilhões, em valores diretos e indiretos, incluindo o auxílio emergencial de R$1,38 bilhão.  

Bolsonaro se baseou em dados do Portal da Transparência atualizados até 15 de fevereiro de 2021. Ou seja, não estão computados os repasses relacionados aos desastres naturais.  

Saiba quanto cada Estado recebeu, segundo o Presidente da República:  

– Valores diretos: saúde e outros. 

– Valores indiretos: suspensão e renegociação de dívidas: 

Acre: R$ 6,8 bilhões. 

Auxílio: R$ 1,38 bilhão.  

Alagoas: R$ 18,09 bilhões.  

Auxílio: R$ 5,46 bilhões. 

Amazonas: R$ 18,5 bilhões. 

Auxílio: R$ 6,84 bilhões.  

Amapá: R$ 6,7 bilhões. 

Auxílio: R$ 1,47 bilhões. 

Bahia: R$ 67,2 bilhões. 

Auxílio: R$ 25,35 bilhões. 

Ceará: R$ 42,5 bilhões. 

Auxílio: R$ 15,17 bilhões.  

Distrito Federal: R$ 9,8 bilhões 

Auxílio: R$ 3,45 bilhões.  

Espírito Santo: R$ 16,1 bilhões. 

Auxílio: R$ 5,57 bilhões.  

Goiás: R$ 27,1 bilhões. 

Auxílio: R$ 9,95 bilhões. 

Maranhão: R$ 36 bilhões. 

Auxílio: R$ 11,8 bilhões. 

Mato Grosso: R$ 15,4 bilhões. 

Auxílio: R$ 4,96 bilhões. 

Mato Grosso do Sul: R$ 11,9 bilhões. 

Auxílio: R$ 3,71 bilhões.  

Minas Gerais: R$ 81,4 bilhões. 

Auxílio: R$ 26,96 bilhões. 

Pará: R$ 39,5 bilhões.  

Auxílio: R$ 14,71 bilhões. 

Paraíba: R$ 21,2 bilhões. 

Auxílio: R$ 6,57 bilhões. 

Paraná: R$ 38,6 bilhões. 

Auxílio: R$ 13,7 bilhões. 

Pernambuco: R$ 42,7 bilhões. 

Auxílio: R$ 16,2 bilhões. 

Piauí: R$ 19 bilhões. 

Auxílio: R$ 5,68 bilhões. 

Rio de Janeiro: R$ 76 bilhões. 

Auxílio: R$ 24,94 bilhões. 

Rio Grande do Norte: R$ 18,3 bilhões. 

Auxílio: R$ 5,55 bilhões. 

Rio Grande do Sul: R$ 40.9 bilhões. 

Auxílio: R$ 12,2 bilhões. 

Rondônia: R$ 8,6 bilhões. 

Auxílio: R$ 2,64 bilhões. 

Roraima: R$ 5,1 bilhões. 

Auxílio: R$ 1,04 bilhão.  

Santa Catarina: R$ 21,6 bilhões. 

Auxílio: R$ 7,22 bilhões. 

São Paulo: R$ 135 bilhões. 

Auxílio: R$ 55,19 bilhões. 

Sergipe: R$ 12,9 bilhões. 

Auxílio: R$ 3,85 bilhões. 

Tocantins: R$ 10,5 bilhões. 

Auxílio: R$ 2,28 bilhões. 

– Fontes: Portal da Transparência/Localiza SUS/Senado Federal 

– Dados até 15 de janeiro de 2021 

 

Neste artigo