fbpx



Operação do DNIT e PRF flagra excesso de peso nas rodovias do Acre

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) realizaram a Operação Excesso de Peso, entre os municípios de Sena Madureira e Manoel Urbano, no Acre. A finalidade da operação conjunta foi coibir a trafegabilidade de veículos com carga acima do limite legal, na BR-364. A Operação começou na última segunda-feira (16) e terminou neste sábado (21), com o retorno dos agentes.

Durante as ações foram fiscalizados 58 veículos. Destes, 38 estavam com excesso de peso bruto total ou quantidade por eixo, totalizando 166.650 Kg de carga acima do permitido para transporte.

O excesso de peso nos veículos causa diversos problemas tanto para os caminhões, para as vias e para os demais viajantes. No caso das rodovias, o carregamento maior que o suportado nos caminhões faz com que haja desgaste no solo, acelerando a degradação da pista e ocasionando o surgimento de buracos, rachaduras e desnivelamentos.

Com sobrepeso, há maiores probabilidades de desgastes de pneus, freio, suspensão e da própria estrutura física dos veículos. Inclusive, a má distribuição de carga por eixo pode ser preponderante para o tombamento dos próprios caminhões. Transitar com peso excedente aumenta o consumo de combustível e a emissão de gazes poluentes, prolonga o tempo dos deslocamentos e, assim, os custos do transporte.

As deformações das vias proporcionam diversos perigos aos demais viajantes. Principalmente quando resultam em acidentes com feridos graves e mortos.

Neste artigo