em ,

Ranking apresentado no Senado põe Rio Branco na  19ª posição em qualidade de calçadas entre as capitais

O estudo foi elaborado pela ong Mobilize Brasil e se constitui em um raio-x da situação no País

 

Pesquisa feita em 2019 para avaliar as condições das calçadas mantidas diretamente pelo poder público revelou que nenhuma das 27 capitais brasileiras conseguiu chegar à média mínima aceitável de oito pontos numa escala de zero a dez.

Rio Branco ficou em 19º lugar, com 5,28 pontos,  no ranking liderado por São Paulo (6,93). Belém, com 4,52 pontos, é a última.

Mesmo as médias mais altas ficaram ainda abaixo de sete. Os dados foram apresentados pela arquiteta Marília Hildebrand, representante do Portal Mobilize, em audiência pública da Subcomissão Temporária sobre Mobilidade Urbana, ligada à Comissão de Direitos Humanos (CDH) do Senado. O debate ocorreu nesta sexta-feira (6).

A Campanha Calçadas do Brasil 2019 é uma iniciativa de organizações que lutam para melhorar a “caminhabilidade” nas cidades brasileiras. A lista de problemas encontrados é extensa e vai desde buracos à ocupação indevida de espaços. As ações de concessionárias de energia elétrica, comunicações e saneamento, que destroem e não recompõem os pavimentos também foram notadas.

O estudo analisado pelo Senado pode ser visto  em https://www.mobilize.org.br/Midias/Campanhas/Calcadas-2019/relatorio-final_v2.pdf

Publicado porEdmilson Ferreira

Com taxa de desocupação maior que a média nacional, qualificação técnica é saída para driblar desemprego no Acre

Direto de Natal, crônicas de Stélio mostram a gente, os bares e a Praia do Meio